SESSÕES COORDENADAS / COORDINATED SESSIONS

IIISeminárioMT [novo] Apoio financeiro: UESB | CAPES | CNPq | RE:WORK

Programação das Sessões Coordenadas (PDF)

 

26 de novembro de 2014 (quarta-feira) – 14:00-16:00 H.

Sessão Coordenada 1 (Local: Teatro UNEB)

Título: Trabalho e trabalhadores na História Global

Coordenação: Norberto Ferreras (UFF)

  1. Trabalho Forçado, uma aproximação analítica.

Norberto Ferreras (UFF)

  1. História e trabalho no Império do Algodão.

Sven Beckert (Harvard University)

  1. História global e História do Trabalho.

Marcel van der Linden (International Institute of Social History)

  1. Combating underdevelopment in Brazil through organized migration: A global solution to a local problem?

Ioannis (Yannis) G.S. Papadopoulos (University of Peloponnese)

Giota Tourgeli (University of Peloponnese)

  1. When Motherhood is Paid Work: Commercial Surrogacy as a New Transnational Industry.

Mahua Sarkar (Binghamton University, SUNY)

 

 

Sessão Coordenada 2 (Local: Sala        )

Título: Migração, trabalho e territorialidades no Norte do Brasil (séculos XIX e XX).

Coordenação: Sidney da Silva Lobato (Unifap)

  1. A cidade dos migrantes: migração e urbanização na foz do Amazonas (1944-1964).

Sidney da Silva Lobato (Unifap)

  1. Políticas anti-migratórias e “ciganismo” retirante: tessituras entre trabalho e migração nas obras públicas em tempos de secas (década de 1950).

Lara Vanessa de Castro Ferreira (UFBA)

  1. Além do equador, entre “hordas de selvagens”: frentes de ocupação, trabalho e redes de contatos no extremo norte amazônico oitocentista.

Adalberto Júnior Ferreira Paz (Unifap)

  1. Memória e Cotidiano dos trabalhadores da Gameleira- Rio Branco/Acre.

Maria Ariádina Cidade Almeida (UFAC) & Francimara Lourdes da Silva Lima (UFAC)

 

Sessão Coordenada 3 (Local: Sala        )

Título: História, Direito e Justiça do Trabalho no Brasil.

Coordenação: Claudiane Torres da Silva (CPDOC/FGV)

  1. Da gratificação natalina ao décimo terceiro salário: o poder normativo e a alteração da legislação trabalhista.

Alisson Droppa (Unicamp)

  1. O salário e a idade mínima do menor trabalhador: legislação, literatura econômico-jurídica e demandas trabalhistas (Sudoeste da Bahia, 1964-1972).

José Pacheco dos Santos Júnior (USP)

  1. O Ministério do Trabalho: entre as alterações na CLT e a Lei de Segurança Nacional.

Heliene Chaves Nagasava (CPDOC/FGV)

  1. O Provimento n. 20/64 e o pente fino no Tribunal Regional da Primeira Região.

Claudiane Torres da Silva (CPDOC/FGV)

  1. A questão da estabilidade do trabalhador e os conflitos na Justiça do Trabalho: modernização e demissões (Juiz de Fora, 1954).

Alessandra Belo Assis Silva

 

Sessão Coordenada 4 (Local: Sala        )

Título: Trabalho, resistência e relações de poder – interações e integrações nos mundos do trabalho.

Coordenação: Alex de Souza Ivo (UFBA/IFBA)

  1. A arte de um ofício ensinada na escravidão: trabalhadores escravizados em Salvador no século XVIII.

Daniele Santos de Souza (UFBA/IFBA)

  1. Os Mundos do (não) trabalho e o crime: percursos e olhares de historiadores sociais do trabalho com o tema do crime, da criminalidade e do banditismo.

Igor Gomes Santos (UFF/IFBA)

  1. Astúcias operárias em tempos de coronéis: trabalhadores, política e cultura associativa no sul da Bahia, década de 1920.

Philipe Murillo Santana de Carvalho (UFBA/IFBA)

  1. Disciplina, ordem e colaboração dos trabalhadores do petróleo em tempos de Ditadura.

Alex de Souza Ivo (UFBA/IFBA)

  1. Trabalhadores numa usina do Recôncavo baiano: as relações de trabalho na Usina Aliança 1950-1970.

Tatiana Farias de Jesus (SEC-BA)

 

Sessão Coordenada 5 (Local: Sala        )

Título: Trabalhadores e poder municipal

Coordenação: Amy Chazkel (CUNY – City University of New York)

  1. Poder municipal, direitos e trabalho sexual na cidade de Buenos Aires, 1870-1880.

Cristiana Schettini (CONICET – UBA; IDAES – UNSAM)

  1. Direitos na Primeira República: a luta pela regulamentação da jornada de trabalho no comércio carioca.

Fabiane Popinigis (UFRRJ)

  1. A Câmara Municipal do Rio de Janeiro e a regulação do trabalho no século XIX: o caso dos trabalhadores do transporte.

Paulo Cruz Terra (UFF)

  1. Trabajadores e inspectores municipales en la epidemia de la fiebre amarilla, Buenos Aires, 1871.

Valéria Silvina Pita (CONICET – UBA – IIEGE)

  1. A atuação das Câmaras Municipais e dos homens pobres livres no Rio Grande do Norte durante as Secas de 1845 e 1877.

Ana Carolina da Silva Santana (UFRN) & João Fernando Barreto de Brito (UFRN)

 

Sessão Coordenada 6 (Local: Sala        )

Título: Mundos do Trabalho na Saúde: experiências e construção de identidades de classe dos trabalhadores técnicos da saúde no Brasil.

Coordenação: Muza Clara Chaves Velasques (EPSJV/Fiocruz)

  1. A construção dos trabalhadores do Instituto Oswaldo Cruz no início do século XX.

Renata Reis Batistella (EPSJV/Fiocruz)

  1. “E o doutor que vem aí!”: Guardas sanitários, relações de trabalho e formação de identidade (1940-1960).

José Roberto Franco Reis (EPSJV/Fiocruz)

  1. “Somos técnicos?”. Transformações nas relações de trabalho dos serventes e auxiliares da saúde no IOC (1930-1960).

Muza Clara Chaves Velasques (EPSJV/Fiocruz)

  1. Propostas empresariais para a formação de trabalhadores técnicos da saúde no Brasil do século XX.

Ialê Falleiros (EPSJV/Fiocruz)

 

Sessão Coordenada 7 (Local: Sala        )

Título: Os trabalhadores e as lutas pela sobrevivência no Brasil na primeira metade do século XX.

Coordenação: Frederico de Castro Neves (UFC)

  1. Criminalidade e Violência em Fortaleza (1915)

Frederico de Castro Neves (UFC)

  1. 1935: A Manhã e a “Campanha dos 50%”.

Dainis Karepovs (Unicamp)

  1. As lutas operárias contra a carestia no Rio de Janeiro no ano de 1913.

Kaio César Goulart Alves (UFOP)

  1. Experiências de trabalhadores urbanos em tempo de carestia. Salvador, 1942.

Luana Moura Quadros (UFBA)

5. Trabalho, cultura e sociabilidade: o clube afrodescendente 28 de Setembro em

Pouso Alegre – MG.

Jonatas Roque Ribeiro (Unicamp)

26 de novembro de 2014 (quarta-feira) – 16:00-18:00 H.

Sessão Coordenada 8 (Local: Teatro UNEB)

Título: Associações populares, bairros e mundos do trabalho: Argentina, Brasil, Chile e Uruguai no pós-guerra.

Coordenação: Paulo Fontes (FGV/CPDOC)

  1. Luchas sociales, expresiones culturales y asociativismo en el Cerro (Montevideo) en los años sesenta del siglo XX. Un aporte a la comparación con otros casos en América.

Rodolfo Porrini (Universidad de la República)

  1. Associações populares, lutas de bairro e o direito à permanência das favelas cariocas.

Rafael Soares Gonçalves (PUC-Rio)

  1. Deseo y política a mediados del siglo XX. Sueños populares y políticas de la interpretación de las identificaciones obreras en el peronismo.

Omar Acha e Nicolás Quiroga (Universidad de Buenos Aires/Conicet e Univesidad Nacional de Mar del Plata/Conicet)

  1. Os trabalhadores nos bairros: organizações populares e o “direito à cidade” em São Paulo no pós-guerra

Paulo Fontes (FGV/CPDOC)

 

Sessão Coordenada 9 (Local: Sala        )

Título: História social do trabalho: reflexões sobre suas ambiguidades e diferenças de abordagem.

Coordenação: Silvia Regina Ferraz Petersen (UFRGS)

  1. História social e história do trabalho: uma relação frutuosa para a análise histórica.

Silvia Regina Ferraz Petersen (UFRGS)

  1. Interações e correlações entre o trabalho escravo e trabalho livre.

Regina Celia Lima Xavier (UFRGS)

  1. Ofícios dos trabalhadores agrários no RGS no período da escravidão: desconstruindo representações tradicionais.

Helen Osório (UFRGS)

  1. Limites da liberdade: o trabalho compulsório dos índios no mundo colonial.

Vânia Maria Losada Moreira (UFRRJ)

  1. Um balanço da historiografia acerca de Everardo Dias

Michel Goulart da Silva (UFSC)

 

Sessão Coordenada 10 (Local: Sala        )

Título: A preservação dos acervos do poder judiciário

Coordenação: Benito Bisso Schimidt (UFRGS)

  1. O acervo do Memorial da Justiça do Trabalho no Rio Grande do Sul.

Walter Oliveira (Memorial da Justiça do Trabalho no Rio Grande do Sul)

  1. Perfil dos Trabalhadores Rurais na Zona da Mata de Pernambuco (1963-64): o exemplo dos processos trabalhistas na Junta de Conciliação e Julgamento de Nazaré da Mata.

Christine Rufino Dabat (UFPE)

  1. Preservação dos processos judiciais no Rio Grande do Sul: riscos e desafios.

Marluza Marques Harres (UNISINOS)

  1. Trabalhadores, Justiça do Trabalho e redemocratização: questões surgidas a partir de um caso periférico do Brasil contemporâneo.

Tiago Bernardon de Oliveira (UEPB)

 

Sessão Coordenada 11 (Local: Sala        )

Título: O associativismo dos trabalhadores no longo século XIX.

Coordenação: Cláudia Maria Ribeiro Viscardi (UFJF)

  1. Exercícios de cidadania e autonomia: as relações entre as associações mutualistas e o poder público.

Cláudia Maria Ribeiro Viscardi (UFJF)

  1. Tipógrafos, mercado de trabalho e mutualismo (Maceió, 1869-1891).

Osvaldo Batista Acioly Maciel (UNEAL)

  1. Organización y acción colectiva de los artesanos de la Ciudad de México, 1850-1917.

Carlos Illades Aguiar (Universidad Autónoma Metropolitana)

  1. Lazer e sociabilidade de trabalhadores no bairro paulistano da Mooca (1900-1920): notas de pesquisa.

Bruno Caccavelli (UNIFESP)

  1. Mutualismo no Piauí durante a Primeira República: Uma análise da Sociedade União Progressista dos Artistas Mechanicos e Liberaes de Parnahyba, através do jornal O Artista.

José Mauricio Moreira dos Santos (UFPI)

 

Sessão Coordenada 12 (Local: Sala        )

Título: Sociabilidades e Resistências no Mundo do Trabalho.

Coordenação: César Augusto Bubolz Queirós (UFAM)

  1. Entre a greve e o boteco: conflitos e sociabilidades nos botecos da cidade de Porto Alegre.

César Augusto Bubolz Queirós (UFAM)

  1. “Trabalhando o território”: a atuação dos engenheiros agrimensores e a definição dos limites territoriais no Rio Madeira (1860-1923).

Davi Avelino Leal (IFAM)

  1. As folhas grevistas do jornal “A União”: greve no cenário urbano de Manaus em 1914.

Cláudia Amélia Mota Moreira Barros (UFAM)

  1. Sociabilidade e segregação: os trabalhadores e o cinema em Manaus na década 60.

Gláucia de Almeida Campos (UFAM)

  1. Entre a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e a Sociedade Recreativa União Operária: um estudo sobre as conexões associativas afrodescendentes em Laguna (SC) no pós-abolição (1880-1930).

Thiago Juliano Sayão (UFSC)

 

Sessão Coordenada 13 (Local: Sala        )

Título: Mundos do trabalho, movimento operário e religiosidade.

Coordenação: Cristiana Schettini (UNSAM)

  1. Los trabajadores como cuerpo social en disputa: las actividades artísticas de los Círculos Obreros Católicos a principios del siglo XX en Argentina.

Yanina Andrea Leonardi (CONICET -Universidad de Buenos Aires)

  1. Catolicismo militante no Brasil e a conformação da cultura militante católica no mundo do trabalho: o caso de Belo Horizonte.

Deivison Amaral (Unicamp)

  1. Instituições sociais e a possível resolução do problema da ação coletiva: um estudo das associações trabalhistas de Belo Horizonte no início do século XX.

Daniela Oliveira Ramos dos Passos (UFMG)

  1. Nos Domínios de Plutão: Religiosidade e Mundo do Trabalho na Mineração.

Rafael de Freitas e Souza (IF Sudeste MG)

 

Sessão Coordenada 14 (Local: Sala        )

Título: Etnicidade e Trabalho na Amazônia

Coordenação: Patricia Melo Sampaio (UFAM)

  1. Revisitando fronteiras: índios, africanos livres e escravos no Rio de Janeiro, Belém e Manaus no século XIX.

Patricia Melo Sampaio (UFAM)

  1. Trabalhadores migrantes e indígenas no rio Purus oitocentista: sociabilidades, alteridades e conflitos.

Antônio Alexandre Isidio Cardoso (UFC)

  1. Os trabalhadores negros na cidade de Manaus através dos anúncios comerciais dos jornais (1850-1870).

Jessyka Samya Ladislau Pereira Costa (UFF)

  1. Os “Anos Dourados” da urbe manauara: o movimento migratório paraense entre 1970-1980.

Marineide da Silva Ribeiro (UFAM)

 

 

 

27 de novembro de 2014 (quinta-feira) – 14:00-16:00 H.

Sessão Coordenada 15 (Local: Teatro UNEB)

Título: Da sugar plantation aos campos de petróleo; das minas de carvão e de alumínio aos frigoríficos: circulações, experiências e solidariedades dos trabalhadores no mundo moderno.

Coordenação: Clarice Gontarski Speranza (UFPEL)

  1. Solidariedade, etnicidade e experiências entre trabalhadores de frigoríficos e de minas de carvão do Rio Grande do Sul (1930-1945).

Clarice Gontarski Speranza (UFPEL)

  1. A Bahian Counterpoint of Sugar and Oil: Global Commodities, Global Identities?

Livio Sansone (UFBA)

  1. Exploitation in the Global South and North: strategic possibilities of transnational labour solidarity along a transnational commodity chain. The cases of Porto Trombetás and Belém (Brazil), Ardal (Norway) and Mesaieed (Qatar).

Frank Meyer (Norwegian Labour Movement Archives and Library)

  1. Oil and Beyond: Shifting British Imperial Aspiration and Emerging Oil Capitalism in the First World War.

Touraj Atabaki & Kaveh Ehsani (International Institute of Social History)

 

Sessão Coordenada 16 (Local: Sala        )

Título: Memórias e trabalho no Amazonas.

Coordenação: Patrícia Rodrigues da Silva (UFAM)

  1. Pelos (des) caminhos da cidade: trabalho e vivências na cidade de Manaus.

Patrícia Rodrigues da Silva (UFAM)

  1. Mulheres no Seringal: uma história de experiências de trabalho.

Agda Alencar (UFAM)

  1. Rompendo com o privado: Mulheres e trabalho nas primeiras décadas do século XX.

Luciane Campos (SEMED Manaus)

  1. Entre memórias: as experiências dos carregadores do porto central de Manaus, 1990-2011.

Rafaela Bastos de Oliveira (UFAM)

 

Sessão Coordenada 17 (Local: Sala        )

Título: Trabalhadores escravizados, livres e libertos no Brasil do século XIX.

Coordenação: Iacy Maia Mata (UFBA)

  1. Os trabalhadores dos engenhos e suas experiências (Zona da Mata Sul de Pernambuco 1884-1893).

Maria Emilia Vasconcelos dos Santos (Unifavip)

  1. Provas de Escravidão e de Liberdade: a matrícula especial de escravos e a (re)escravização ilegal.

Ariana Moreira Espíndola (UFSC)

  1. Os Benjamins e os Albinos: experiências de liberdade no quilombo do Limoeiro, no Rio Grande do Sul, durante o século XIX.

Claudia Daiane Garcia Molet (UFRGS)

  1. O furto de gado e o mercado – escravos, livres/libertos em Alagoinhas e Inhambupe na segunda metade do século XIX.

Antonio Hertes Gomes de Santana (UFRRJ)

  1. Conflitos e parcerias: lavradores e escravos no litoral sul da Bahia, 1800-1850.

Alex Andrade Costa (UFBA)

 

Sessão Coordenada 18 (Local: Sala        )

Título: Nem anômicos, nem bestializados: as lutas e as estratégias de certas categorias de trabalhadores por reconhecimento social. Pernambuco e Rio de Janeiro. Século XIX.

Coordenação: Marcelo Mac Cord (UFF)

  1. A cidadania exposta sobre os talhos do mercado: curta história sobre relações entre o sistema representativo e alguns talhadores sem voto (Recife, década de 1880).

Felipe Azevedo e Souza (Unicamp)

  1. “a esperança de operários para os Arsenais”: as Companhias de Aprendizes Artífices e a indústria naval no Segundo Reinado (notas de pesquisa).

David P. Lacerda (Unicamp)

  1. O aprendizado profissional para caixeiros e guarda-livros: a implantação do Curso Comercial na Província de Pernambuco, na segunda metade do século XIX.

Bruno Augusto Dornelas Câmara (UPE)

  1. Direitos trabalhistas em construção: a luta pela jornada de 8 horas no Recife, 1890-1891.

Marcelo Mac Cord (UFF)

 

Sessão Coordenada 19 (Local: Sala        )

Título: Os trabalhadores do tablado se mobilizam – as organizações de artistas no Brasil e na Argentina (1920 – 1940).

Coordenação: Cristiana Schettini (UNSAM)

  1. Política, trabalho e cultura: O Serviço Nacional de Teatro e as organizações de profissionais teatrais.

Angélica Ricci (UFRJ)

  1. Gente de Teatro quiere ser representante. Gremios, partidos y política municipal, Buenos Aires 1926-1930.

Carolina Gonzalez Velásco (Universidad Nacional Arturo Jauretche)

  1. A organização sindical dos atores no Rio de Janeiro e Buenos Aires – duas experiências desconexas? (1918 – 1945).

Flavia Ribeiro Veras (CPDOC – FGV)

 

Sessão Coordenada 20 (Local: Sala        )

Título: Os trabalhadores têxteis nas décadas de 1950 a 1970: contribuição para o estudo desta categoria no Brasil.

Coordenação: Murilo Leal Pereira Neto (Unifesp)

  1. Militância sindical têxtil e alianças políticas: comunismo, trabalhismo e nacionalismo na experiência operária fluminense (1955-1964).

Luciana Pucu Wollmann do Amaral (FGV) e Felipe Augusto dos Santos Ribeiro (FGV)

  1. No Ceará tem disso sim: trabalhadores têxteis em Sobral (1950-1970).

Telma Bessa Sales (UVA-CE)

  1. A ritualística das celebrações dos operários das indústrias têxteis de Blumenau no Primeiro de Maio (1960-68).

Cristina Ferreira (Unicamp)

  1. A construção da cidadania: campanhas salariais e salário mínimo dos operários têxteis em Alagoas (1956-1964).

Airton Souza Melo

 

Sessão Coordenada 21 (Local: Sala        )

Título: Trabalhadores e lutas por direitos no século XX.

Coordenação: João Tristan Vargas (Unifesp)

  1. Parâmetros constitucionais da legislação de trabalho na Primeira República no Brasil.

João Tristan Vargas (Unifesp)

  1. Feminismo e a luta pela igualdade no mundo do trabalho (1922-1937).

Glaucia Fraccaro (Unicamp)

  1. Relações de Trabalho nas Indústrias Fundadoras do Cinfa (1941-1945).

Tatiane Bartmann (PUCRS)

  1. As relações trabalhistas na empresa Laneira Brasileira S/A entre os anos de 1948 e 1958.

Lorena Almeida Gill (UFPel) & Jordana Alves Pieper (UFPel)

  1. Política e história social: possibilidades metodológicas a partir da análise das eleições de 1960 em Santa Catarina.

Camilo Buss Araujo (UFSC)

 

28 de novembro de 2014 (sexta-feira) – 14:00-16:00 H.

Sessão Coordenada 22 (Local: Teatro UNEB)

Título: Greves, ciclos de greves e seus impactos na história da classe trabalhadora.

Coordenação: Marcelo Badaró Mattos (UFF)

  1. 1934: A Formative Year of Working-Class Mobilization in the United States and Its Lessons for Today

Bryan Palmer (Trent University)

  1. Greves na Revolução dos Cravos.

Raquel Varela – Universidade Nova de Lisboa / International Institute of Social History)

  1. Uma nova onda grevista no Brasil?

Marcelo Badaró Mattos (UFF)

 

Sessão Coordenada 23 (Local: Sala        )

Título: Entre asistencias y conflictos: patrones y obreros en comunidades laborales en Argentina y Brasil. Siglo XX.

Coordenação: Antonio Luigi Negro (UFBA)

  1. El obrero soñado por su patrón: políticas empresariales en una comunidad petrolera en Comodoro Rivadavia, Argentina (1922-1932).

Andrea Andújar (CONICET/IIEGE-UBA)

  1. “La familia ferroviaria”: grandes empresas y capitalismo benefactor en la Argentina de principios del siglo XX.

Silvana Alejandra Palermo (Universidad Nacional de General Sarmiento/ CONICET)

  1. “Capital e trabalho podem viver em harmonia total”: trabalho, disciplina e assistencialismo na indústria de artefatos de borracha Amazonas (Franca-SP, 1940-1990).

Vinícius de Rezende (UFRB)

 

Sessão Coordenada 24 (Local: Sala        )

Título: Trabalho doméstico em perspectiva: Brasil e Argentina no século XIX.

Coordenação: Henrique Espada Rodrigues Lima Filho (UFSC)

  1. A distribuição dos serviçais nas casas do Recife entre 1830 e 1870.

Tatiana Silva de Lima (Universidade de Pernambuco)

  1. “Sirvienta extranjera, se necessita”: uma análise transnacional do serviço doméstico carioca e portenho (1850-1914)

Natália Batista Peçanha (UFRRJ)

  1. Das ruas da cidade a intimidade do lar: trabalhadores domésticos no Brasil oitocentista.

Daniela Sbravati (UFSC)

  1. Criados de servir: trabalhadores do setor doméstico nas cidades de Pelotas e Rio Grande / RS (fim do século XIX).

Ana Paula do Amaral Costa (UFRGS)

 

Sessão Coordenada 25 (Local: Sala        )

Título: Trabalho compulsório e trabalho livre no Brasil do século XIX.

Coordenação: Paulo Pinheiro Machado (UFSC)

  1. O campesinato compulsório: a experiência dos soldados-colonos nas Colônias Militares do Sul do Brasil durante o século XIX.

Paulo Pinheiro Machado (UFSC)

  1. A cidade e o cárcere. Trabalho prisional na urbanização do Rio de Janeiro, 1808 – c.a. 1860.

Carlos Eduardo Moreira de Araújo (Uniabeu / RJ)

  1. Uma experiência industrial no interior baiano: modernidade e mundo do trabalho em Valença no século XIX (1844 -1887).

Nilceanne Nogueira Lima Felício (UFBA)

  1. Trabalhadores do mar e Capitania dos Portos: disciplinarização e constituição de reserva naval.

Rafael Davis Portela (IFBA-Camaçari)

  1. Mercado de trabalho marítimo e o cotidiano na Baía de Guanabara oitocentista (1835-1850): o vapor e suas transformações.

Edilson Nunes dos Santos Junior (UFF)

 

Sessão Coordenada 26 (Local: Sala        )

Título: Trabalhadores e política entre o final do século XIX e a Segunda Guerra Mundial.

Coordenação: Claudio Henrique de Moraes Batalha (Unicamp)

  1. A Lei Saraiva e a luta pelo direito de voto no Rio de Janeiro.

Claudio Henrique de Moraes Batalha (Unicamp)

  1. La política y la prescindencia. Debates en torno a las relaciones de los trabajadores con la política.

Maria Ullivarri (CONICET)

  1. O Tratado de Versalhes na Comissão de Legislação Social (Brasil, 1919-1926).

Vinicius Ghizini (Unicamp)

  1. Radicalização ou autodefesa: o impacto da “Circular Zinoviev” na Federación Obrera Regional Argentina IXº, 1920-1921.

Fernando Sarti Ferreira (USP)

  1. El fin de la Gran Guerra europea y los organismos internacionales: la misión argentina en las conferencias de Washington de 1919 y el impulso al derecho laboral.

Andrés Stagnaro (UNLP)

 

Sessão Coordenada 27 (Local: Sala        )

Título: Periodismo e Trabalho no Amazonas

Coordenação: Luís Balkar Sá Peixoto Pinheiro (UFAM)

  1. Imprensa e Trabalho: O jornal A Lucta Social em três Tempos (1914/1924/1932).

Luís Balkar Sá Peixoto Pinheiro (UFAM)

  1. Pelas Páginas do Jornal Vida Operária: Aspectos acerca do mundo do trabalho no Amazonas da década de 1920.

Luciano Everton Costa Teles (UEA)

  1. A Construção da Imagem Varguista nas Folhas da Revista Sintonia (1939-1945).

Reginaldo Simões Mendonça (UFAM)

  1. Representações do Seringueiro na Imprensa Amazonense (1890-1920).

Daniel Barros de Lima (UFAM)

  1. O Trabalhismo no Amazonas na Visão do Jornal Tribuna Popular ( 1933-1936 ).

Amaury Oliveira Pio Júnior (UFAM) & Eduardo Gomes da Silva Filho (UFAM)

 

Sessão Coordenada 28 (Local: Teatro UNEB)

Título: Memórias de trabalhadores: experiências no regime militar.

Coordenação: Marta Gouveia de Oliveira Rovai (UNIFAL-MG)

  1. O moinho satânico do agronegócio canavieiro no Brasil: degradação ambiental e superexploração do trabalho na lógica do capitalismo dependente.

Adriano Santos (UNIFAL-MG)

  1. Na beira da estrada: o cotidiano de dificuldades dos trabalhadores da Estrada de Ferro Central do Piauí (1960-1970).

Maria Dalva Fontenele Cerqueira (UFPI)

  1. Uma comunidade acadêmica em transição: experiência docente e embates políticos na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Glauber Cícero Biazo (USP)

  1. Osasco: memórias de trabalhadores sobre a cidade do crime

Marta Gouveia de Oliveira Rovai (UNIFAL-MG)

  1. Ações pós-exílio de Antonio Prestes de Paula – Movimento dos desempregados, estratégias políticas e vida privada no lar de um revolucionário na década de 1980.

Lucas Porto Marchesini Torres

 

28 de novembro de 2014 (sexta-feira) – 16:00-18:00 H.

Sessão Coordenada 29 (Local: Teatro UNEB)

Título: Entre o local e o global: política e sindicalismo internacional na América Latina durante a Guerra Fria.

Coordenação: María Ullivarri (CONICET)

  1. La CIOSL-ORIT y el movimiento sindical argentino entre 1955 y 1976: tensiones, contradicciones y confluências.

Victoria Basualdo (FLACSO)

  1. El asedio a la classe obrera em los inicios de la Guerra Fria: el caso de la Confederación de Trabajadores de América Latina (CTAL), 1942-1952).

Patricio Herrera González (Centro de Economía y Sociedad Universidad de Valparaíso)

  1. La Organización Regional Interamericana de Trabajadores durante la Guerra Fría: pasajes en sus políticas de formación.

Gabriela Scodeller (IIGG-UBA / CONICET)

  1. A política internacional da AFL-CIO na Argentina, Brasil e Chile durante as ditaduras militares.

Larissa Rosa Corrêa (UFRRJ)

 

Sessão Coordenada 30 (Local: Sala        )

Título: A formação da classe trabalhadora carioca: três abordagens.

Coordenação: Marcelo Badaró Mattos

  1. Trabalho doméstico: considerações sobre um tema recente de estudos na História Social do Trabalho no Brasil

Flavia Fernandes de Souza (UFF)

  1. Instrução, abolição e cidadania no Rio de Janeiro.

Rafael Maul de Carvalho Costa (SEERJ)

  1. História do trabalho e espacialidade: contribuições do mapeamento dos conflitos entre os trabalhadores suburbanos e a polícia (Rio de Janeiro, 1890-1910).

Cristiane Regina Miyasaka (Unicamp)

 

Sessão Coordenada 31 (Local: Sala        )

Título: Relações de trabalho, cotidiano e fábricas.

Coordenação: Antonio Bosi (UNIOESTE)

  1. O trabalho na agroindústria no Brasil: o caso da cadeia produtiva avícola (1980-2010).

Antonio Bosi (UNIOESTE)

  1. Mulheres Operárias: Relações Familiares e o Cotidiano de Trabalho na Fábrica de Fiação e Tecelagem de Juta em Santarém – TECEJUTA (1964-1990).

Daniela Rebelo Blanco

  1. Sindicalismo rural e relações de trabalho no campo: avicultura e agronegócio no Oeste do Paraná, 1970-2013.

Vagner José Moreira (UNIOESTE)

  1. Relações de trabalho, cotidiano e formação de classe: A experiência dos têxteis da cidade-fábrica Rio Tinto (Paraíba, 1924-1950).

Eltern Campina Vale (UFAL)

 

Sessão Coordenada 32 (Local: Sala        )

Título: Trabalhadores e política nas décadas de 1930 e 1940.

Coordenação: Alexandre Fortes (UFRRJ)

  1. As mobilizações populares e a entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial: Do reformismo tecnocrático ao nacionalismo de massas.

Alexandre Fortes (UFRRJ)

  1. “Para que o jangadeiro, quando morrer, não necessite da caridade pública”: Os direitos sociais na cultura política dos jangadeiros.

Berenice Abreu de Castro Neves (UECE)

  1. A legislação, a concepção e o movimento sindical conforme os trotskistas no Brasil dos anos 1930.

Roberto Borges Lisboa

  1. Trabalhadores urbanos, sindicalismo e política: o PCB e o PTB nas eleições estaduais e municipais de 1947 na Bahia.

Edinaldo Antonio Oliveira Souza (UNEB)

 

Sessão Coordenada 33 (Local: Sala        )

Título: Trabalho e Gênero no Amazonas.

Coordenação: Maria Luiza Ugarte Pinheiro (UFAM)

  1. Da moda a luta: a greve das operárias da Fábrica de Roupas Amazonense: Manaus, 1913.

Maria Luiza Ugarte Pinheiro (UFAM)

  1. Meninas nos Mundos do Trabalho: Um breve olhar através da Imprensa manauara (1890-1920).

Alba Barbosa Pessoa (UFPA)

  1. Mulheres e Trabalho: Profissões femininas na Província do Amazonas.

Bianca Sotero de Menezes (UFAM)

  1. A Trabalhadora Imigrante na Cidade de Manaus, 1880-1920.

Valdirene Pires Porto (UFAM)

 

Sessão Coordenada 34 (Local: Sala        )

Título: Trabalhadores Livres e libertos no Brasil do século XIX.

Coordenação: Beatriz de Miranda Brusantin (UNICAP)

  1. “Nós constituímos a verdadeira classe proletária”: trabalhadores indígenas em Pernambuco no século XIX.

Beatriz de Miranda Brusantin (UNICAP)

  1. “Ficam os libertos sujeitos a condição de me prestarem seus serviços por mais seis anos”: a liberdade condicionada dos trabalhadores escravizados em Pelotas/RS nos últimos anos da escravidão (1880/1888).

Natália Garcia Pinto (UFRGS)

  1. Ingênuos na Província de São Pedro: trabalho e instrução nas últimas décadas da escravidão.

Melina Kleinert Perussatto (UFRGS)

  1. Pequenos trabalhadores: a inserção dos filhos dos libertos no mundo do trabalho e no mundo dos livros.

Alexandre Ribeiro Neto (Prefeitura Municipal de Paraíba do Sul)

  1. Discutindo o problema da liberdade no Brasil do oitocentos: africanos livres, libertos e índios na província de Alagoas (1850-1871).

Moisés Sebastião da Silva (UFBA)

 

Sessão Coordenada 35 (Local: Sala        )

Título: Sindicalismo, mutualismo, experiências culturais e luta pela terra: o universo dos trabalhadores rurais e urbanos entre o início da República e a Redemocratização de 1988.

Coordenação: Samuel Carvalheira de Maupeou (UECE)

  1. Gráficos de Pernambuco no início dos anos 60: reivindicações e lutas.

Maria do Socorro de Abreu e Lima (UFPE)

  1. Trabalhadores rurais do Norte da Zona Canavieira de Pernambuco: das reclamações trabalhistas à luta pela terra (1980-1990).

Samuel Carvalheira de Maupeou (UECE)

  1. Entre o mutualismo e o sindicalismo: as ações dos portuários da “Deus e Mar” na cidade de Fortaleza (1912-1937).

Nágila Maia de Morais (UFPE)

  1. Experiências culturais dos trabalhadores urbanos na zona noroeste do estado do Ceará. 1900-1970.

Carlos Augusto Pereira dos Santos (UVA)

  1. “A revolta pela Terra”: José Esperidião Fernandes e as Ligas Camponesas no Piauí.

Ramsés Eduardo Pinheiro de Morais Sousa (UFPI)

 

29 de novembro de 2014 (sábado) – 14:00-16:00 H.

Sessão Coordenada 36 (Local: Teatro UNEB)

Título: O político e o social na história chilena: perspectivas de uma história ‘vista de baixo’

Coordenação: Márcia C. O. Cury (Centro Universitário Jorge Amado)

  1. Dádiva ou Conquista: as interpretações da questão social no Chile e no Brasil.

Alexis Cortés (Universidad Alberto Hurtado)

  1. Los trabajadores y el problema de la vivienda en Chile (1950-1973).

Boris Moisés Cofré Schmeisser (Pontificia Universidad Catolica de Chile)

  1. Cordones Industriales e as empresas nacionalizadas na cidade de Tomé: novas experiências de organização dos trabalhadores chilenos durante o governo da Unidade Popular (1970-1973).

Aline Fernanda Maciel (USP)

  1. O Chile e suas lutas sociais: a democracia para além da institucionalidade política (1970-2010).

Márcia C. O. Cury (Centro Universitário Jorge Amado)

  1. Discursos y resultados en torno a las políticas y estrategias para captar e incentivar el ahorro entre los trabajadores en Chile, 1910 – 1927.

Javiera Letelier Carvajal (Universidad Alberto Hurtado)

 

Sessão Coordenada 37 (Local: Sala        )

Título: Mundos do trabalho e experiências de escolarização de jovens e trabalhadores em instituições educativas e cursos noturnos na cidade do Rio de Janeiro (1872-1930).

Coordenação: Alessandra Frota Martinez de Schueler (UFF)

  1. Trabalho e escolarização urbana: o curso noturno para jovens e adultos trabalhadores na Escola Municipal de São Sebastião, região de Santana, Rio de Janeiro (1872-1893).

Irma Rizzini (UFRJ)

  1. Entre usos e costumes: os cursos noturnos como espaços de disputas na imprensa operária (1878-1910).

Barbara Canedo (Colégio Estadual Miguel Couto)

  1. Demanda social por ensino e trabalho: a assistência pela profissionalização no Instituto Profissional João Alfredo (1910-1930).

Maria Zélia Maia de Souza (UERJ)

  1. Trabalho e escolarização urbana: o curso noturno para jovens e adultos trabalhadores na Escola Municipal de São Sebastião, região de Santana, Rio de Janeiro (1872-1893).

Alessandra Frota Martinez de Schueler (UFF)

 

Sessão Coordenada 38 (Local: Sala        )

Título: A luta dos trabalhadores nos meios institucionais: as Delegacias Regionais do Trabalho e a Justiça do Trabalho.

Coordenação: Alisson Droppa (Unicamp)

  1. A Greve (en)contra a Justiça: trabalhadores, ação direta e cortes trabalhistas (1954-1963).

Andrei Felipe Campanini (UNICAMP)

  1. Repressão e conciliação: unidade de contrários no DET

Marcelo Antonio Chaves (Arquivo Público de São Paulo)

  1. O poder normativo no projeto de Justiça do Trabalho (1936-1938).

Ligia Lopes Fornazieri (Unicamp)

  1. Os trabalhadores e suas carteiras profissionais: apontamentos sobre a Delegacia Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul – DRT/RS, 1933-1943.

Aristeu Elisandro Machado Lopes (UFPEL)

 

Sessão Coordenada 39 (Local: Sala        )

Título: Trabalhadores, sindicatos e política na história do Brasil recente.

Coordenação: Vinícius de Rezende (UFRB)

  1. Resistência operária e ditadura militar: a atuação dos metalúrgicos na Cidade Industrial de Contagem/MG.

Carolina Dellamore Batista Scarpelli (UFMG)

  1. Práticas culturais de jovens metalúrgicos no ABC Paulista: Um estudo sobre os estilos de vida de dois grupos de jovens trabalhadores através de suas vivências para além do trabalho.

Célia Cristina Cappucci Maia Negrão Caldas (USP)

  1. Brasil-Alemanha: os 30 anos de história da organização internacional dos trabalhadores na Mercedes-Benz – 1984 a 2014.

Eduardo Magalhães Rodrigues (UFABC)

  1. O Sindicalismo Metalúrgico em Discussão: os debates do VI Congresso Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos, Blumenau-SC, 1968.

Sara Krieger do Amaral (UFSC)

  1. Transmissão intergercional, trabalho e política: o caso de famílias de trabalhadores em um bairro popular de São Bernardo do Campo.

Maria Gilvania Valdivino Silva (USP)

 

Sessão Coordenada 40 (Local: Sala        )

Título: Experiências de escravidão e liberdade (Brasil, Cuba e EUA, séculos XIX e XX).

Coordenação: Martha Abreu (UFF)

  1. Brazilian Toilet Luxuries: conversas transnacionais sobre raça, beleza e cosmética na imprensa negra pós-abolição do Brasil e dos EUA.

Giovana Xavier (UFRJ)

  1. Disciplinarização do trabalho e discursos raciais em Cuba.

Iacy Maia Mata (UFBA)

  1. Condições de trabalho dos trabalhadores nacionais e ofensas raciais na ferrovia da Bahia.

Robério Santos Souza (UNEB)

  1. De trabalhador a empreendedor: terras e citricultura em Nova Iguaçu (1880-1920).

Álvaro Pereira do Nascimento (UFRRJ)

  1. Trabalhadores italianos na Matriz Nova de Campinas, 1872-1883.

Paula Ferreira Vermeersch (UNESP)

 

Sessão Coordenada 41 (Local: Sala        )

Título: Raça e classe operária no Brasil

Coordenação: Antonio Luigi Negro (UFBA)

  1. Anarquismo e afrodescendentes

Beatriz Ana Loner (UFPel)

  1. Minervino de Oliveira: um negro comunista disputa a presidência do Brasil

Petrônio Domingues (UFS)

  1. A questão racial no debate político brasileiro em 1964

Pedro Chadarevian (UNIFESP)

 

  1. “Grupo de animais curiosos” ou artistas de talento? As leituras racializadas das relações de trabalho no teatro ligeiro negro carioca (1926-1938).

Luca Bongiovanni (UFRRJ)

  1. Raça, Estado e Racialização na História do Trabalho.

Fernanda Oliveira da Silva (UFRGS)

29 de novembro de 2014 (sábado) – 16:00-18:00 H.

Sessão Coordenada 42 (Local: Teatro UNEB)

Título: Domestic Service in the Global South: a historical approach

Coordenação: Henrique Espada Rodrigues Lima Filho (UFSC)

  1. Slaves or Servants: Domestic Service in early 19th century India.

Nitin Varma (re:work- Humboldt University)

  1. Domestic Servants in early colonial India, 1750s-1850s.

Nitin Sinha (University of York)

  1. Food as a Social Relation: Skilled Household Labor and the Question of Iranian Women’s Economic Participation.

Norma Claire Moruzzi (University of Illinois at Chicago)

 

Sessão Coordenada 43 (Local: Sala        )

Título: Trabalhadores e política na Argentina e no Chile nas décadas de 1960 e 1970.

Coordenação: Márcia C. O. Cury (Centro Universitário Jorge Amado)

  1. Sacerdotes y obreros: compromiso político, acción sindical y lucha de clases en el clero progresista chileno, 1960-1973.

Marcos Fernandez Labbe (Universidad Alberto Hurtado)

  1. La movilización obrera en la industria gráfica argentina durante las décadas de 1960 y 1970: la fábrica, el barrio, las redes sociales y la solidaridad obrera.

Pablo Ghigliani (CONICET // Universidad Nacional de La Plata)

  1. Las dictaduras latinoamericanas en la OIT: Una pesquisa centrada en el caso argentino.

Luciana Zorzoli (CONICET – UNLP)

  1. La construcción de la solidaridad de clase en los trabajadores de Propulsora Siderúrgica en los años setenta. Disyuntivas sobre sus significados y alcances.

Felipe Venero (UNLP)

 

Sessão Coordenada 44 (Local: Sala        )

Título: Trabalhadores, memória e biografia.

Coordenação: Paula Andrea Lenguita (CONICET)

  1. Encrucijadas de la memoria en la tradición obrera: una reflexión marxista.

Paula Andrea Lenguita (CONICET) & Julieta Longo (CONICET)

  1. Memórias de papel: esquecimento e ressentimento na história operária de Telêmaco Borba (PR).

Juliana de Oliveira Teixeira (UFPR)

  1. Vivências e memórias de operárias no mundo do trabalho fabril campinense.

Francisca Pereira Araújo (UFCG)

  1. Uma trajetória e suas descontinuidades: trabalho, militância e prisão na ditadura civil-militar.

Eder Alexandre Martins (UFSC)

 

Sessão Coordenada 45 (Local: Sala        )

Título: Favelas e trabalhadores no Rio de Janeiro: disputas em torno da ocupação do espaço urbano

Coordenação: Romulo Costa Mattos (PUC-Rio)

  1. O debate em torno das favelas e da construção de habitações para os trabalhadores no início dos anos 1920.

Romulo Costa Mattos (PUC-Rio)

  1. Da mão de obra qualificada ao empreendedorismo – Estratégias do Capital na metrópole do Rio de Janeiro.

Mario Sérgio Ignácio Brum (UERJ)

  1. O caso da Maré: inflexão na forma da dominação de classes no início dos anos 1960.

Marco Marques Pestana (UFF)

 

Sessão Coordenada 46 (Local: Sala        )

Título: Olhares especializados sobre o mundo do trabalho

Coordenação: Oscar Gallo (UFSC)

  1. Perícias, acidentes e hérnias no contexto do direito à saúde, Colômbia 1915-1946.

Oscar Gallo (UFSC)

  1. Ser segurado da Reabilitação Profissional: Previdência e incapacidade para o trabalho durante a ditadura militar brasileira.

Ana Beatriz Ribeiro Barros Silva (UFPE)

  1. Las Conferencias Americanas del Trabajo y el debate sobre las condiciones laborales del proletariado de América Latina, 1936-1946.

Patricio Herrera González (Universidad de Valparaíso)

  1. Em debate as “doenças do trabalho” – considerações sobre a história da medicina do trabalho no Brasil (1920-1950).

Anna Beatriz de Sá Almeida (Fiocruz)

Medicalización del Mundo del trabajo: La aparición de enfermedades profesionales y tecnopatias. Chile, 1900-1968.

Enzo Videla Bravo (PUC-USACH)

 

Sessão Coordenada 47 (Local: Sala        )

Título: Ocupação, terra e trabalho na Amazônia: o caso do Pará.

Coordenação: Edilza Joana de Oliveira Fontes (UFPA)

  1. Mercado de terra e trabalho rural no Pará nas últimas décadas do Império.

Francivaldo Alves Nunes (UFPA)

  1. Entre mares, rios e florestas: visões sobre trabalho e trabalhadores negros na Amazônia, entre a segunda metade do século XIX e o início do século XX.

Maria Roseane Corrêa Pinto Lima (UFPA)

  1. Na fronteira amazônica: Abel Figueiredo, desenvolvimentismo econômico e as memórias de uma “ditadura na floresta”.

Edilza Joana de Oliveira Fontes (UFPA)

  1. Migração, trabalho e memória em tempos de ditadura no Pará.

Thiago Broni de Mesquita (UFRJ)

  1. Trabalhadores do açaí: uma história de nosso tempo.

Fabricio Ribeiro Ribeiro (UFPA)

Anúncios

Uma ideia sobre “SESSÕES COORDENADAS / COORDINATED SESSIONS

  1. Pingback: Programação das sessões coordenadas III SIMT | III IWLC | GT Mundos do Trabalho

Os comentários estão desativados.